Não dava para confiar no tal de Emanuel Lasker!!

 

Partida amistosa de uma amador contra um forte jogador. O amador dirigiu-se a Emanuel Lasker, que observava o jogo, e perguntou: “Qual o melhor lance nessa posição?”. Lasker respondeu: “Jogue g2-g4.” O pobre incauto seguiu o conselho e, inesperadamente, seu adversário respondeu com a dama, que deu o mate. Estarrecido, o indivíduo virou para Lasker e perguntou, meio sem acreditar, meio furioso: “Mas o senhor não disse que essa era o melhor lance?”. “Sim – respondeu Lasker – o melhor para seu adversário.” No fundo, essa era a maneira de jogar xadrez de Lasker: ele encaminhava a partida para posições em que seus adversários, perplexos, se interrogavam: “essa posição é boa, é óbvio, mas para qual de nós dois?”

Fonte: http://www.tabuleirodexadrez.com.br/curiosidades-do-xadrez.htm