O xadrez é um jogo de estímulos e respostas para problemas, desenvolvendo assim a capacidade cognitiva do jogador. Pedagogicamente, o xadrez faz parte do currículo escolar básico de dezenas de países. Vários projetos oficiais apontam melhoras significativas sobre alguns aspectos, tais como: memória, imaginação, concentração e inteligência. Mais recentemente, na “Venezuela, o Ministério da Educação apresentou conclusões significativas sobre o chamado Projeto Xadrez: o estudo sistemático do xadrez não somente estimula a inteligência, como os avanços alcançados no campo intelectual tendem a manter-se no tempo”.

          Como podemos ver o xadrez é uma grande ferramenta no aprendizado e não poderia ficar alheio à observação do Grande Mestre Internacional GARRY KASPAROV que em uma entrevista cedida à revista Veja comenta que “o xadrez ajuda a melhorar a atenção, a disciplina, o pensamento lógico e a imaginação. Não é por acaso que, nas 13.000 escolas americanas onde se ensina xadrez, as crianças têm melhores desempenhos em disciplinas como, matemática e redação. Elas também demonstram ter um senso de responsabilidade mais aguçado”. Na seqüência, quando foi questionado sobre a relação entre xadrez e senso de responsabilidade, o ex-campeão mundial, respondeu: “está na moda dizer que tudo que acontece de ruim é responsabilidade de todo mundo. O jogo coloca as coisas no seu devido lugar: é você quem responde pelo movimento de suas peças, e mais ninguém. Como na vida, você é o único responsável pelos próprios atos”

          Mas não são somente as habilidades mentais que melhoram com o desenvolvimento do jogo, outras habilidades, como: perseverança, capacidade de estudo, autoconhecimento, organização pessoal, motivação e ambição, dentre outros. Todo esse processo faz parte da “construção do indivíduo” e, como jogo, o xadrez pode ser uma forte ferramenta para facilitar esse caminho.

              O pedagogo suíço Charles Partos relata que o xadrez desenvolve:

1- A Atenção e a concentração;

2- O julgamento e o planejamento;

3- A imaginação e a antecipação;

4- A memória;

5- A vontade de vencer, a paciência e o autocontrole;

6- O espírito de decisão e a coragem;

7- A lógica matemática, o raciocínio analítico e sintético;

8- A criatividade;

9- A inteligência;

10- A organização metódica do estudo e do interesse pelas línguas estrangeiras

         O xadrez é um jogo de desenvolvimento mental e psicológico que auxilia na formação cognitiva e do caráter do indivíduo. Mesmo tendo sido comprovada por vários projetos, a eficácia na aprendizagem, a prática do esporte ainda é muito pouco divulgada o que dificulta na assimilação dessa ferramenta para crianças, que acabam tendo uma visão distorcida do jogo e no desinteresse em aprendê-lo.

“O Xadrez é algo mais do que um jogo; é uma diversão intelectual que
tem um pouco de Arte e muito de Ciência. É, além disso, um meio de
aproximação social e intelectual.” (GM J. R.Capablanca, ex-campeão
Mundial).

fontes: http://www.efdeportes.com/efd142/xadrez-na-escola.htm,

              http://www.blogdomadeira.com.br/xadrez/a-importancia-do-ensino-do-xadrez-nas-escolas/,

              http://www.fpx.com.br/mostracol.asp?colid=75.